O QUE É MENIGITE?

By: | Tags: , , , , , , | Comments: 0 | abril 25th, 2019

A meningite é um processo inflamatório das meninges, membranas (como uma “pele”) que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Pode ser causada por diversos agentes infecciosos, ou também por processos não infecciosos como, por exemplo, medicamentos e neoplasias.
Entre os agentes infecciosos, as meningites bacterianas e virais são as mais importantes do ponto de vista da saúde pública e clinico, devido a sua magnitude, capacidade de causar surtos e, no caso da meningite bacteriana, a gravidade.
No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica, deste modo, casos da doença são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais. A ocorrência das meningites bacterianas é mais comum no outono-inverno, e das virais na primavera-verão.
O que causa a meningite?
A meningite de origem infecciosa pode ser causada por diferentes agentes etiológicos, como as bactérias, os vírus, os fungos e os parasitas.
Como a meningite é transmitida?
Na meningite bacteriana, geralmente, a transmissão é de pessoa a pessoa, por meio das vias respiratórias, por gotículas e secreções das vias aéreas superiores (do nariz e da garganta). Já na meningite viral a transmissão fecal-oral é de grande importância, especialmente nas infecções por enterovírus.
Manifestações clínicas:
Ocorre a tríade: início súbito de febre com dor de cabeça com rigidez de nuca (não consegue encostar o queixo no peito). Muitas vezes há outros sintomas, como: mal estar, náusea, vômito, fotofobia (aumento da sensibilidade à luz), confusão mental.
Com o passar do tempo, alguns sintomas mais graves de meningite bacteriana podem aparecer,  como: convulsões, delírio, tremores e coma.
Em recém-nascidos e bebês, alguns dos sintomas descritos acima podem estar ausentes ou difíceis de serem percebidos. O bebê pode ficar irritado, vomitar, alimentar-se mal ou parecer irresponsivo a estimulos. Também podem apresentar a moleira protuberante ou reflexos anormais.
Agentes mais comuns na meningite bacteriana:
Todas as faixas etárias podem ser acometidas pela doença, porém o maior risco de adoecimento está entre as crianças menores de 05 (cinco) anos, especialmente as menores de 01 (um) ano de idade.
A meningite por Haemophilus influenzae é mais frequente nas crianças de 3 meses a 3 anos de idade.
Na doença causada pela bactéria Neisseria meningitidis (meningococo cepas A, B, C) além das crianças, os adolescentes e adultos jovens têm o risco de adoecimento aumentado em caso de surtos.
Na meningite pneumocócica (causada pelo Streptococcus pneumoniae) idosos e pessoas portadores de quadros crônicos ou de doenças imunossupressoras também apresentam maior risco de adoecimento. O sexo masculino também é o mais acometido pela doença.
Prevenção
No calendário nacional de vacinação estão incluídas as vacinas para Haemophilus influenzae tipo B (Hib), Streptococcus pneumoniae (pneumococo) e Neisseria meningitidis cepa c (meningococo C).
Há em clinicas de vacinação as cepas b e acwy do meningococo.
Outras formas de prenvenção:
Evitar aglomerações e manter os ambientes ventilados e limpos. Manter uma boa higiene nasal das crianças.

Dr. Edison Jr. Maffini da Costa – Neuropediatra – CRMRS24826

 

Leave a Reply

Desenvolvido por AgênciaWn - Criação de sites e Loja Virtual